Acidente sofrido por um adolescente nos EUA? Confira 7 passos para agir

Se um acidente de carro já é uma experiência complicada em nossa terra natal, imagine em um país estrangeiro! A situação se agrava se é um acidente envolvendo um menor de idade, ou seja, se a pessoa tiver menos de 21 anos.

O que o adolescente deve fazer nessa situação?

Devido à pouca experiência com a direção e às distrações dos smartphones, não é difícil imaginar que esse tipo de situação possa ocorrer com adolescentes. Para que eles consigam lidar com a questão da melhor maneira, é preciso que sigam os 7 passos de recomendação:

1. Sair do carro e verificar se todos estão bem

É preciso ter calma nessa hora e não deixar a cabeça esquentar para sair discutindo imediatamente.

2. Ligar para o 911

Assim que chamar a polícia, é preciso ligar o pisca-alerta e deixar o carro no acostamento para não atrapalhar o trânsito. Se houver feridos, é necessário informar imediatamente na ligação. É imprescindível também ligar para os pais ou responsáveis nessa hora.

3. Não admitir a culpa

Mesmo que esteja se sentindo culpado ou que os policiais acreditem que ele causou o acidente, nunca peça desculpas e nem diga nada que possa comprometê-lo depois.

4. Tirar 10 fotos do acidente

Pode parecer exagero, mas é muito importante documentar todas as evidências da situação. É bom tirar fotos da localização do acidente, da placa do outro carro, do estrago feito nos veículos etc.

5. Trocar informações com o outro motorista

O adolescente pode informar o nome e os dados do seguro do carro para o outro condutor, mas não deve permitir que ele tire fotos da carteira de habilitação. Isso evita um roubo de identidade.

6. Procurar por testemunhas

Isso será útil para descrever o acidente para as autoridades locais.

7. Ligar para uma firma de advocacia

Os pais ou responsáveis devem fazer essa ligação em caso de acidente causado por um menor de idade. Essa é uma atitude que vai evitar dores de cabeça e muita burocracia.

O que os responsáveis devem fazer nessa situação?

Para começar, certifique-se de que tudo está bem com o seu filho. Em seguida, oriente-o a seguir as instruções acima e acompanhe todo o processo de perto. Estar presente nessa situação poderá passar confiança às autoridades e até fazer a diferença na indenização fornecida pela seguradora.

E se a Justiça considerar que foi um acidente causado pelo menor de idade?

Neste caso, você precisará arcar com os custos financeiros, médicos e até judiciais da outra pessoa prejudicada no acidente.

Não é fácil enfrentar a situação judicial depois de um acidente de trânsito, especialmente nas leis de outro país. Mas se você conhecer um escritório de advocacia que possa explicar os trâmites legais para você, não hesite em fazer uma ligação e contratar o serviço!

Agora que você já sabe o que fazer na situação de um acidente envolvendo um menor de idade, que tal conferir nossos conteúdos? Curta a nossa página do Facebook.